EnglishPortuguese
  • Parque de Saúde de Lisboa, Av. do Brasil 53, 1749-002 Lisboa
  • +351 21800 89 48
  • +351 21 800 89 48
  • secretariado@apah.pt
SNS Jornadas Hospitalares 2018

SNS Jornadas Hospitalares 2018

A Secretária de Estado da Saúde, Rosa Valente de Matos, presidiu esta terça-feira à abertura das «SNS Jornadas Hospitalares 2018», que decorrem entre os dias 27 e 28 de fevereiro, na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa.

Galeria de Imagens

Na sua intervenção, a Secretária de Estado da Saúde salientou a importância de se apostar cada vez mais numa gestão inteligente nos hospitais, que precisem de ser organizações viradas para fora e capazes de trabalhar umas com as outras por rotina, tendo sempre como foco as reais necessidades dos utentes. «Os doentes são simultaneamente o nosso ponto de partida e o nosso horizonte. Os doentes são a nossa causa comum», destacou a governante no encontro que conta com mais de 600 participantes e cerca de 70 palestrantes.

Rosa Valente Matos sublinhou a importância do encontro para a partilha de boas práticas e sinergias entre as instituições hospitalares do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e para a discussão entre gestores, profissionais de saúde e técnicos daqueles que são considerados os bons exemplos e bons modelos de gestão em curso no SNS.

Participaram também na abertura do encontro, na manhã desta terça-feira, o Presidente da Administração Central do Sistema de Saúde, José Caiado, e o Presidente da Associação de Administradores Hospitalares, Alexandre Lourenço. Entidades responsáveis pela organização do evento, que tem como tema central as «Boas Práticas em Saúde».

SNS Jornadas Hospitalares

Alexandre Lourenço (APAH), Rosa Valente Matos (Secretária de Estado da Saúde) e José Carlos Caiado (ACSS).

 

A conferência inaugural esteve a cargo de Manel Santiñà, presidente da Sociedade Espanhola de Qualidade em Saúde, que abordou a importância de uma estratégia nacional de qualidade em saúde para uma prestação de cuidados de saúde de Qualidade.

O objetivo do encontro é discutir as boas práticas de gestão e de prestação de cuidados que se encontram implementadas nas diversas entidades do SNS, permitindo a partilha de experiências, a criação de sinergias e a discussão dos desafios de melhoria contínua nas vertentes do acesso, da qualidade, da eficiência e da integração de cuidados e centralidade no cidadão.

De acordo com a organização, os dois dias das jornadas são uma oportunidade de partilha das boas práticas de gestão e de prestação de cuidados que se encontram implementadas nas diversas entidades do Serviço Nacional de Saúde, permitindo a partilha de experiências reais, a criação de sinergias e a discussão dos desafios de melhoria contínua nas vertentes do acesso, da qualidade, da eficiência e da integração de cuidados e centralidade no cidadão.

Nestas jornadas estarão em discussão, entre outras, as seguintes boas práticas:

  • Os centros de responsabilidade integrados;
  • Os centros de referência;
  • A cirurgia de ambulatório;
  • Os cuidados paliativos;
  • As infeções hospitalares;
  • A segurança do doente;
  • As taxas de cesarianas;
  • Gestão partilhada de recursos;
  • Internamentos evitáveis;
  • Gestão racional do medicamento em oncologia;
  • Gestão do acesso;
  • Telemonitorização de doenças crónicas;
  • A desmaterialização em meio hospitalar;
  • Programa de integração de cuidados;
  • Apoio domiciliário;
  • Hospitalização domiciliária.

 

Programa