• +351 21 800 89 48
  • secretariado@apah.pt
In noticia

Compra Pública Inovadora

No próximo dia 17 de maio, irá realizar-se no Instituto Pedro Nunes (edifício A, Coimbra) o evento “Pro-Empower PCP project and PCP/PPI Portuguese Legal Framework”, com início marcado às 9h30.

O Centro Hospitalar Universitário de Coimbra (CHUC) e o Instituto Pedro Nunes (IPN), com o apoio do consórcio PROCURA, estão a organizar esta sessão de divulgação de casos de sucesso no âmbito da compra pública de inovação.

Numa primeira parte será apresentado um caso de estudo relativo à compra pública de inovação, no âmbito do projeto PROEMPOWER em que se encontra a SPMS envolvida. Num segundo momento será apresentado o quadro legal português no âmbito compra pública de inovação (PCP/PPI).

A participação é gratuita mas sujeita a inscrição obrigatória aqui:

Programa do Evento

9:30 Recepção/Registo

10:00 Abertura de Boas-Vindas e enquadramento com o projecto PROCURA

10:10 Apresentação do Projecto Pro-Empower PCP | Casos de estudo – Amadeu Guimarães (Serviços Partilhados Ministério da Saúde)

10:50 Coffee break

11:20 PCP/PPI Portuguese Legal Framework – Pedro Lomba (PLMJ Advogados)

12:00 Encerramento

O Projecto PROCURA

O projeto PROCURA pretende criar uma Comunidade de Regiões PROCURA sustentável e aberta, e desenvolver um programa de formação e transferência de conhecimento especializado, aberto aos agentes envolvidos em PCP/PPI (em Portugal, são contratos público designados de “Parceria para a Inovação”) e implementar um procedimento transnacional compra pública de inovação compra pública de inovação.

Este evento é promovido pelo projeto PROCURA, financiado pelo programa Interreg SUDOE, que pretende impulsionar as políticas de Compra Pública de Inovação para a transformação digital e a introdução de novas tecnologias nos serviços sociais e de saúde integrados no âmbito do envelhecimento ativo e da promoção da autonomia pessoal.

O consórcio do projeto PROCURA é constituído por Gerencia de Servicios Sociales de Castilla y León (Líder), Fundación INTRAS, Agència de Qualitat i Avaluació Sanitàries de Catalunya, Autonom’lab – GIP Autonom’Lab, Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e Instituto Pedro Nunes.