• +351 21 800 89 48
  • secretariado@apah.pt
Lisbon Summit In noticia

APAH participa no Lisbon Summit 2018

A APAH participa no Lisbon Summit 2018 através da participação de Alexandre Lourenço no painel “Health: Moving Towards Value-Based Financing And Performance Assessment”.

A mudança para um modelo de acesso à inovação em saúde baseado em valor e resultados para os doentes e no afastamento do pagamento de serviços de saúde baseados em volume de intervenções é o tema desta sessão do The Lisbon Summit 2018, que junta diversos protagonistas da política e economia nacionais para debater o futuro de Portugal, nos próximos dias 13 e 14 de março, no Hotel Cascais Miragem.

A sessão terá lugar no dia 14 de março pelas 11h10 e será moderada por Daniel Franklin (Editor Executivo do The Economist), sendo iniciada com a intervenção do Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.

Na sessão irão ainda participar Cristina Campos (Novartis) e Victor Papão (Gilead Sciences).

 

Clique para saber mais sobre The Lisbon Summit 2018

 

Programa de Benefícios

Os sócios da APAH têm um desconto de 25% ao registar-se no evento. Para tal basta utilizar o código SPKRS25/DC e registar-se aqui.

Registe-se no The Lisbon Summit 2018.

 

The Economist Lisbon Summit 2018

“Disrupt and Grow” é o tema central do The Economist Events Lisbon Summit 2018, evento que reunirá alguns dos mais relevantes protagonistas da política, economia e sociedade nos próximos dias 13 e 14 de março, em Cascais.

Governantes, políticos, empresários, investidores, analistas e académicos vão procurar responder a questões como “Pode Portugal ser disruptivo para crescer?; Quão sustentável é a recuperação económica de Portugal?; Permanecerá o nosso país politicamente estável a médio prazo? De que forma a revolução tecnológica global afetará Portugal?”, entre outros temas.

Da macroeconomia à educação, das finanças à saúde, da política aos negócios, este evento exclusivo procura respostas para os desafios que Portugal enfrenta três anos depois de um programa internacional de resgate. O país começou uma recuperação gradual em 2015, e a questão agora é como esse progresso recente pode ser consolidado. Embora a taxa de crescimento atual seja das mais fortes que Portugal registou, ainda não acompanha as economias em rápida expansão da Espanha ou da Irlanda.

Num momento de incerteza em torno do Brexit e da futura reforma da EU este evento do The Economist reunirá com decisores, analistas e influenciadores para debater como os sinais de recuperação se podem transformar num crescimento sustentado. Além da discussão aprofundada sobre a evolução da economia portuguesa haverá espaço para a análise das implicações para os outros países dentro e fora da zona do euro; o cool factor de Portugal; a aliança à esquerda; o futuro tecnológico e o incentivo à inovação.